Região:

min

max

Anuncie aqui

Entenda por que o chulé aparece e como se livrar do cheiro incômodo

Especialista explica que o mau cheiro não aparece apenas nos pés

Por Fabrício Santana
(Atualizado em 06/09/2022 - 11h50)
Compartilhar

Quando menos se espera, ele aparece. Basta tirar o calçado que o cheiro, não tão agradável, toma conta do ambiente. A vergonha é garantida.

A bromidrose, popularmente conhecida como chulé, é o terror de muita gente. E para saber o que causa o problema e como se livrar dele, o temmais.com conversou com a podóloga Isabella Cristina Lamana do Nascimento Rodrigues.

A especialista explica que o chulé acontece devido à ação de bactérias sobre o suor dos pés, porém pode acometer outras áreas do corpo, como a dobra dos braços e joelho, axilas e virilha.

O suor dos pés é comum, e a principal função dele é equilibrar a temperatura do corpo, ajudando-o a manter-se na temperatura entre 36 e 37 graus.

Nos pés existem bactérias que se alimentam do suor, como também de pele morta. Após as bactérias se alimentarem, elas eliminam gases responsáveis pelo mau cheiro, explica a podóloga de São José do Rio Preto (SP).

 

Causa

O suor e as bactérias são os principais causadores do chulé, todavia existem outros fatores que favorecem:

Má higiene dos pés;

Repetir meias e sapatos por dias seguidos, sem trocar;

Não secar o pé direito, além de causar chulé, favorece o surgimento de frieira;

Problemas de micose nas unhas ou frieira podem levar ao mau cheiro dos pés;

Má higiene dos calçados;

Isabela explica que bebidas alcoólicas em excesso e alimentos que passam por processo de fermentação aumentam a chance do chulé. “Alimentos como alho, cebola, repolho e couve-flor contribuem para um suor com cheiro mais forte”, conta a podóloga.

 

Como evitar?

Isabella lista uma série de cuidados que contribuem para evitar o chulé:

Lavar e secar bem os pés e não se esquecer de secar entre os dedos, pois as bactérias amam áreas úmidas;

Intercalar os sapatos, para não usar o mesmo todos os dias;

Lavar bem os sapatos e palmilhas, pois, assim, elimina as bactérias que possam ali estar presentes;

Usar meias de algodão: elas absorvem melhor o suor e não esquecer de trocá-la todos os dias;

Usar talco nos sapatos: ele ajuda a absorver o suor;

Usar desodorante nos pés;

Manter as unhas sempre curtas e limpas;

Ir mensalmente ao podólogo para fazer a profilaxia podal, assim poderá evitar o surgimento de podopatias como micose de unha e frieiras;

Evitar sapato de plástico, pois eles não absorvem o suor.

 

Medicamentos

Assim como alguns medicamentos podem causar efeitos colaterais, outros também podem levar ao mau odor do corpo.

“Alguns medicamentos antidepressivos e anti-inflamatórios podem causar o aumento de suor no corpo, podendo levar ao mau cheiro” conta a especialista.

A podóloga indica também tomar bastante água: ela é essencial para hidratação do corpo e garante um cheiro melhor, pois dilui a intensidade do suor.